Uma teoria conservadora de democracia? Aportes para um diálogo entre Michael Oakeshott e Joseph Schumpeter / A conservative theory of democracy? Contributions to a dialogue between Michael Oakeshott and Joseph Schumpeter

Caroline Ferri, Daniel Lena Marchiori Neto

Resumo


Resumo:

Joseph Schumpeter e Michael Oakeshott são autores vinculados a um conservadorismo em política. O primeiro trata a democracia como um método de decisão política; os indivíduos adquirem o poder de decisão através da luta competitiva pelos votos dos eleitores. Oakeshott, ao descrever o Estado como uma associação civil sob o regime do império da lei, afirma que a deliberação política deve ser limitada à manutenção da ordem, para garantir a coexistência pacífica e evitar grandes rupturas institucionais. Este trabalho tem por objetivo estabelecer um paralelo entre os dois autores, avaliando uma possível compatibilidade de suas teorias no que tange à natureza do processo democrático.

Palavras-chave: Oakeshott; Schumpeter; democracia.

 

Abstract:

Joseph Schumpeter and Michael Oakeshott are linked to certain conservatism in politics. Schumpeter deals with democracy as a political deliberation method; individuals acquire the power to decide through a competitive struggle for votes of the voters. Oakeshott, in describing State as a civil association under the rule of law argues that political deliberation should be limited to the maintenance of order to ensure peaceful coexistence and to avoid large institutional mutations. This paper aims to establish a dialogue between them, evaluating a possible compatibility of their theories concerning the nature of democratic process.

Keywords: Oakeshott; Schumpeter; democracy. 


Palavras-chave


Oakeshott; Schumpeter; Democracia / Oakeshott; Schumpeter; democracy.

Texto completo: PDF

DOI: 10.17808/des.46.776

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Direito, Estado e Sociedade

ISSN: 1516-6104