A responsabilidade social e ambiental valoriza as empresas?

Tatiana Botelho, Roberto Moreno

Resumo


O objetivo deste estudo é o de identificar se o mercado brasileiro reage a notícias e informações associadas à responsabilidade ambiental e social (ou à ausência delas) referentes a empresas listadas na Bovespa. Para selecionar os tópicos de responsabilidade social e ambiental, foram utilizados sete critérios do estudo da Sustainability e UNEP. Para cada critério, foram escolhidos eventos que geraram notícias e informações (positivas e negativas) entre 2001-2005, publicadas no Jornal Valor Econômico. A metodologia de pesquisa utilizou o modelo CAPM para medir mudanças anormais nos valores de ações. O estudo revela que o evento a apresentar maior correlação positiva com o valor das empresas foi a “formalização da intenção de migração para os níveis de governança da Bovespa”; de outro lado, a maior correlação negativa apresentada foi o evento “greve ou ameaça de greve”. Não foram encontrados casos suficientes para gerar uma análise estatística significativa no caso dos eventos de “corrupção e trabalho escravo”.

Palavras-chave


Responsabilidade ambiental e social; governanca; empresas.

Texto completo: PDF

DOI: 10.17808/des.31.268

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Direito, Estado e Sociedade

ISSN: 1516-6104