Globalização dos direitos humanos, legado das ditaduras militares no Cone Sul latino-americano e justiça transicional

José Maria Gomez

Resumo


O trabalho pretende discutir os impactos sobre a teoria e a prática dos direitos humanos gerados tanto pelas violações sistemáticas das ditaduras militares que assolaram os países do Cone Sul da América Latina durante as décadas 1960 e 1970, quanto pelo tratamento dispensado pelos governos democráticos pós-ditatoriais diante das lutas sociais internas e dos reclamos internacionais pelos direitos à verdade, à justiça, à reparação e à memória coletiva. O texto conclui com breves considerações sobre o significado e os limites da Convenção Internacional sobre o Desaparecimento Forçado das Pessoas no contexto da política mundial pós-11 de setembro.

Palavras-chave


direitos humanos; ditaduras militares; justiça transicional

Texto completo: PDF

DOI: 10.17808/des.33.240

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Direito, Estado e Sociedade

ISSN: 1516-6104