Herança rural, família e Estado: a formação do Estado brasileiro entre o público e o privado

Gustavo Silveira Siqueira

Resumo


Através de uma pesquisa interdisciplinar o autor tenta comprovar como a herança rural e a família são elementos fundamentais para se perceber a formação do Estado brasileiro e compreender suas mazelas. A conjugação do patrimonialismo com o patriarcalimo fomentou o desenvolvimento deturpado de um Estado que deveria ter a lógica impessoal inversa à lógica pessoal da família. Nesse sentido a herança rural, colonial, familiar, que ainda insiste em manter-se é o grande desafio do "Estado moderno" que busca solucionar seus centenários problemas.

Palavras-chave


Família; Estado brasileiro; Herança rural; Individualismo

Texto completo: PDF

DOI: 10.17808/des.36.205

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Direito, Estado e Sociedade

ISSN: 1516-6104